As Ordens do Amor

 In Blog

Uma das condições fundamentais para estabelecer boas relações humanas é a ordem, que Bert Hellinger intitulou como ordens pre determinadas que ele chamou de “princípios básicos da Vida” ou ordens do amor, onde todos têm direito de Pertencer, obedecer uma hierarquia e estar em equilíbrio.  “O amor preenche o que a ordem abarca” (HELLINGER, 2009, p.34).

É possível verificar, por exemplo, a ordem da hierarquia onde os que nasceram primeiro, são maiores, e tem precedência em relação aos que chegaram depois, e cada um assume o seu lugar. Assim, essa ordem não permite que os sucessores interfiram nos assuntos dos antecessores. Quando essa desordem vem a luz, se revela o amor que adoece, por ser uma amor cego e não um amor que cura (HELLINGER, 2009).

O amor é uma parte da ordem. A ordem precede o amor, e este só pode desenvolver-se dentro dela. A ordem preexiste. Quando inverto essa relação e pretendo mudar a ordem através do amor, estou condenado a fracassar. Isso não funciona. O amor se adapta a uma ordem e assim pode florescer assim como a semente se adapta ao solo e ali cresce e prospera (HELLINGER, 2007, p. 36).

Conforme citado acima, trata-se inegavelmente de um amor que cura ou que adoece, pois necessário conectado com estes princípios de ordem estudadas por Bert Hellinger, e seria um erro, porém, atribuir que, apenas o amor basta para a pessoa seguir na vida e prosperar. Neste contexto fica claro que, estas leis são leis que serve à vida. (HELLINGER, 2017).

Sendo assim, o trabalho sistêmico segue com as constelações familiares no judiciário com essas ordens do amor, que quando aplicadas auxiliam na resolução do conflito. Considerando seus campos de atuação e suas aplicações, podemos dizer que elas acontecem em todas as áreas, principalmente nas áreas de família ou criminal, através de oficinas, Cejusc, mediações e profissionais do direito em suas áreas de atuação.

Dessa forma os operadores do direito sistêmico se tornam ativos, e contribuem de forma imprescindível para a resolução de problemas no judiciário, dentro de sua formação em constelações familiares e na pós graduação de Direito Sistêmcio por três anos, tempo esse que é resultado da soma dos conhecimentos adquiridos, vivências, movimentos internas e o da experiência profissional. Podendo assim, contribuir de forma positiva para sua carreira profissional.

Recommended Posts

Leave a Comment

Contato

Não estamos on line agora. Mas você pode nos enviar um e-mail que responderemos o mais rápido possível

Not readable? Change text. captcha txt
0